Blog Na Vitrine

#DiadaCamisaVelha: Seleção já teve patrocínio de camisa

Na Vitrine

A camisa amarela com mangas verdes, o calção azul e as meias brancas revolucionaram o futebol mundial. E a história da criação é conhecida: o gaúcho Aldyr Schlee (abaixo) venceu o concurso do “Correio da Manhã” para escolher o novo uniforme do time nacional. A única exigência era a presença das cores da bandeira brasileira.

(Crédito: Júnior Lago/UOL)

Como conta Antonio Carlos Napoleão, gerente de Memória e Acervo da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a primeira vez em que a seleção brasileira usou amarelo, oficialmente, foi no dia 28 de fevereiro de 1954 na vitória do Brasil por 2 a 0 sobre o Chile pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 1954.

De amarelo, o Brasil se tornou uma potência mundial, com cinco títulos de Copa do Mundo e, desde o ano passado, um ouro olímpico. Só na primeira conquista, o Mundial de 1958, a camisa tinha uma cor diferente: como o rival na final era a Suécia, dona da casa, o Brasil jogou de azul (na foto abaixo, a camisa que Pelé teria usado na decisão, vendida em leilão na Inglaterra).

(Crédito: AP/J. Stilwell)

Nesses 65 anos de história, alguns uniformes polêmicos foram usados. Nenhum tanto quanto os da Copa de 1982, com um ramo de café dentro do escudo, e o de 1987, com patrocínio no peito.


1982: a Copa do raminho de Café

(Crédito: Getty Images)

Quando o Brasil estreou na Copa de 1982, pouca gente no estádio de Sevilha deve ter olhado de perto o escudo no lado esquerdo do peito da camisa amarela. Mas nele havia um raminho de café, fruto de um acordo pioneiro de patrocínio da CBF com o Instituto Brasileiro de Café (IBC).

Durante o ano, o Brasil já tinha jogado com o ramo em outras partes do uniforme, mas seu uso foi vetado pela Fifa. A solução do então presidente da entidade na época para driblar a proibição foi pedir uma remodelação do escudo: saiu a Cruz de Malta e entrou a Jules Rimet, com o ramo do patrocínio em cima.

O ramo continuo no escudo da CBF até 1986, quando a Fifa convenceu a CBF a acabar com a iniciativa. Quem quiser ler mais sobre o assunto pode visitar a matéria de Adriano Wilkinson: O dia em que CBF driblou a Fifa e mudou a camisa da seleção por US$ 3 mi.


1987: o retângulo vermelho no peito

O estranhamento que não apareceu em 1982, porém, certamente deu as caras em 1987, em Uberlândia. O Brasil jogou contra o Chile, em um amistoso, com um bizarro retângulo vermelho no peito. Era o auge do patrocínio da Coca-Cola no futebol brasileiro e a empresa estampava, pela primeira e única vez, sua marca na camisa de jogo do Brasil.

#DiadaCamisaVelha: toda sexta-feira, o Na Vitrine conta a história de um uniforme inusitado. Tem alguma sugestão? Mande para gente: navitrineuolesporte@gmail.com

Sobre o Blog

Esporte é torcida e emoção, mas também é bola, chuteira, tênis, uniforme... Vamos falar de tudo o que você precisa para praticar sua modalidade preferida. Qual a melhor chuteira para o seu estilo de jogo? Quais as qualidades das novas bolas? Quem já lançou a camisa para a nova temporada?

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Topo