Blog Na Vitrine

O que uma empresa que fabrica sutiãs ensinou ao mercado de tênis esportivos?

Na Vitrine

25/02/2017 06h00

(Crédito: Thinkstock)

Quem olha para um sutiã pode pensar em muitas coisas. Mas tênis para a prática de esportes não é uma delas. Pois saiba que a indústria lingeries já ensinou muito para o mercado de calçados. E não tem nada a ver com o que você deve estar pensando…

A questão é conforto quando são necessárias costuras muito próximas à pele. E é aí que entra a experiência de empresas de sutiã. Como a pele dos seios é muito sensível, foram desenvolvidas uma série de tecnologias de costuras emendas e formas para moldar tecidos usados nos tais sutiãs. Pense, principalmente, no formato dos bojos.

Calcanhar sem costuras do Speedform, pensado para envolver o pé da mesma maneira que o sutiã envolve o seio

Quando uma empresa esportiva começou a buscar novas maneiras de criar seus tênis, olhou para tudo isso e disse: “Pode ser uma ideia”. Foi aí que a norte-americana Under Armour se uniu à Playtex, uma empresa de alta tecnologia que já tinha até mesmo fabricado trajes para astronautas à pedido da Nasa. Uma das divisões da Playtex é, justamente, fabricante de sutiãs.

Foi assim que surgiu a tecnologia Speedform, segundo a empresa, o primeiro tênis produzido em uma fábrica de sutiã da história (“Olhamos para as fábricas de sutiã pela experiência máxima de conforto. Pelo que sabemos, é o primeiro tênis esportivo que não foi fabricado em uma fábrica de calçados”, disse Dave Dombrow ao Gizmodo ainda em 2013).

O 25diferencial é seu cabedal inteiriço e sem costuras, que envolve o calcanhar como o sutiã envolve o seio. Os primeiros modelos não tinham nem mesmo palmilha. Hoje, a empresa já tem versões com e sem palminha e usa a tecnologia em tênis de treinamento, running e até basquete. O tênis de corrida da marca, aliás, o Gemini, aliás, tem feito sucesso no mercado brasileiro.

Ficou interessado? A loja online  underarmour.com.br tem alguns modelos para você conferir.

Antes que você pense que a tecnologia está sozinha no mercado, existem uma série de inovações na fabricação de tênis que buscam o mesmo conceito de conforto ao vestir que o Speedform. A Nike, por exemplo, tem o Flyknit. A Adidas, o Primeknit. Para quem não ligou o nome à pessoa, são as tecnologias usadas naquelas chuteiras com botinhas. Como o título do post afirma, o texto é sobre o que o mercado esportivo aprendeu com uma fábrica de sutiã. Não quem chegou antes em uma área determinada.

Sobre o Blog

Esporte é torcida e emoção, mas também é bola, chuteira, tênis, uniforme... Vamos falar de tudo o que você precisa para praticar sua modalidade preferida. Qual a melhor chuteira para o seu estilo de jogo? Quais as qualidades das novas bolas? Quem já lançou a camisa para a nova temporada?

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Na Vitrine
Topo