PUBLICIDADE
Topo

O que o 4º homem mais rico do mundo tem a ver com corridas no Brasil?

Na Vitrine

30/08/2017 04h00

(Crédito: Seth Wenig/AP)

A notícia de que os tênis Brooks chegaram ao mercado brasileiro, em uma parceria de exclusividade com a Centauro, criou furor entre os corredores. A marca pode não ser muito conhecida aqui pelo público geral, mas, nos EUA, é a mais buscada em lojas especializadas em corrida.

Um detalhe que chama atenção, também, é a influência de Warren Buffet, o quarto homem mais rico do planeta (com fortuna estimada em 76,8 bilhões de dólares) na empresa: a Brooks é uma subsidiária da Berkshire Hathaway, justamente a holding comandada por Buffet.

Poderia ser apenas uma curiosidade, mas não é: é justamente essa ligação com o bilionário que transforma a Brooks em um dos players mais intrigantes do mercado de running internacional. No próximo mês, por exemplo, eles lançam seu novo tênis, chamado Levitate, que promete "o maior retorno de energia entre todos os tênis no mercado".

"Nossa ligação com o grupo de Warren Buffet é interessante do ponto de vista de negócios. Ela abre um leque muito grande de parcerias com empresas de tecnologia. E essas parcerias fazem com que seja possível trazer para o mercado o mais avançado que existe na ciência de materiais para o corredor comum", explica Justin Justin Dempsey-Chiam, diretor de desenvolvimento de mercados internacionais da marca.

É exatamente isso que fazem Nike e Adidas, por exemplo, em sua batalha para ser a primeira marca a calçar um atleta em uma maratona em menos de duas horas. As duas, porém, são as maiores do mundo no mercado de produtos esportivos. Para uma marca como a Brooks, de nicho, sem o apoio do grupo de Buffet, o investimento em tecnologia seria muito mais restrito.

Para os curiosos, o Levitate chega ao mercado no final de setembro, nos EUA. No Brasil, chega entre outubro e novembro.

Centauro investe em running

As vendas da Brooks no Brasil serão feitas exclusivamente pela Centauro. Nos primeiros meses, os tênis da marca serão vendidos em 24 lojas por todo o país. O número dobra até o final do ano e, em 2018, o objetivo é que os produtos cheguem a todas as lojas da Centauro no país.

"O que vemos no Brasil é um consumidor cada vez mais exigente e informado, buscando cada vez mais produtos especializados. A Centauro, como líder do mercado, tem como compromisso elevar o mercado brasileiro, em especial dessas categorias mais democráticas, como por exemplo a corrida. E não poderia faltar dentro dessa estratégia marcas importantes e reconhecidas no mundo de corrida atual", explica Claudio Assis, diretor executivo de produtos da Centauro.

A corrida, aliás, é uma das apostas da rede varejista. Nos últimos meses, a Centauro também apresentou outras três marcas de sucesso no mercado dos EUA: Saucony, Newton e Hoka One One. "O movimento de corrida vem crescendo no Brasil e o número de corridas de rua segue crescendo ano após ano. A corrida é um dos esportes mais democráticos que existem. Você sai na rua e vê pessoas se movimentando, fazendo exercícios, se preocupando com bem-estar. E a corrida puxa muito essa questão", diz Fábio Viana, diretor da divisão de calçados da Centauro.

Além disso, a loja está reformando sua unidade no Shopping Anália Franco, em São Paulo. Será a primeira loja com teste de pisada fixo do país.

Sobre o Blog

Esporte é emoção e conquistas, mas também é bola, chuteira, tênis, uniforme... Vamos falar tudo o que você precisa para praticar sua modalidade preferida ou usar o mesmo que o seu ídolo veste. A chuteira mais moderna, as curiosidades das novas bolas, quem já lançou camisa para a temporada e muito mais.

Na Vitrine